Em conformidade com a Legislação vigente a partir da implantação do Sistema Integrado de Avaliação Institucional – SINAES – instituído pela Lei n° 10.861, de 14 de abril de 2004 que enfatiza a relevância da avaliação institucional do Ensino Superior e, da mesma forma a necessidade de promover a melhoria da qualidade da Educação Superior, a orientação da expansão da sua oferta, o aumento permanente da sua eficácia institucional, da sua efetividade acadêmica e social e, especialmente, do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais, a Faculdade de Iporá – FAI busca a qualidade das ações educacionais desenvolvidas junto à comunidade acadêmica e a sociedade em geral, na perspectiva de consolidar as políticas de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão. Para tanto, considera a autoavaliação como um dos mais importantes e necessários procedimentos na busca da inovação e da excelência institucional.
A Faculdade de Iporá – FAI compreende que a Autoavaliação Institucional possibilita o acompanhamento das atividades realizadas, bem como, aponta as melhorias necessárias no que tange o ambiente acadêmico em seus diferentes segmentos. Este processo busca o fortalecimento da autonomia institucional em sua prática acadêmica e administrativa, cumprindo seu caráter social, cultural e ético em uma abrangência regional, estadual e nacional na qual a FAI está inserida.
Neste contexto, a avaliação institucional é uma excelente ferramenta de diagnóstico, planejamento, modelo de gestão e reorientação dos processos acadêmicos e administrativos, visando alavancar a Instituição no seu percurso de crescimento/consolidação. A avaliação e a qualidade estão associadas dentro de uma ótica construtiva visando identificar, por meio de indicadores qualitativos e quantitativos a eficiência de execução dos propósitos institucionais refletidos na Missão e objetivos institucionais em diálogo com a realidade estrutural e conjuntural local e regional. A avaliação institucional deve ser executada continuamente para retroalimentar o planejamento institucional.
Esta ação avaliativa foi proposta para cumprimento de exigências legais, e, sobretudo para atender às necessidades da FAI, em uma trajetória que configura num processo contínuo envolvendo sua percepção na maneira de conceber, assumir, interpretar e programar suas atividades. Este processo de avaliação é conduzido por ações e reflexões que conduzem ao seu autoconhecimento, visando sempre a melhoria na qualidade do ensino e com responsabilidade social.
Os resultados das avaliações são tratados de formas diversas e contam com seminários de discussão, reuniões com o corpo docente, coordenadores e gestores, divulgação por meio de comunicação online, que se constituem em uma base de dados para conduzir a IES em seus diferentes segmentos de gestão e organização.